Península do Sinai

 

Chamada, em árabe, de "Shibh Jazirat Sina", a Península do Sinai liga os continentes da Ásia e da África. Às vezes indicada como parte da Ásia, às vezes, como África, já que faz parte do Egito. Tem forma triangular, com sua base banhada pelo Mar Mediterrâneo e sua ponta no Mar Vermelho. Administrativamente é dividida em duas províncias egípcias: Sinai do Norte (Shamal Sina) e Sinai do Sul (Janub Sina).

O Sinai é uma região árida com cerca de 385 km de norte a sul e 210 km de leste a oeste. A parte sul é bastante acidentada com montanhas de granito. Abriga o Monte Sinai (2.285 m) e o Monte Santa Catarina, o ponto mais alto do Egito, com 2.640 m.

O Sinai é uma região sagrada para as três grandes religiões monoteístas: Cristianismo, Judaísmo e Islamismo. É o palco de várias passagens do Velho Testamento. Desde a Antiguidade é habitada por beduínos. A Península foi ocupada por Israel de 1967 até 1982, quando foi devolvida ao Egito.

O litoral do Sinai abriga alguns resorts, como Sharm El Sheikh, Dahab e Taba, além do Parque Nacional de Ras Mohammed, criado em 1983.

 

Sinai

 

Egito

 

Sharm El Sheikh

 

Cruzados

 

Egito

 

Monte Sinai

 

Aspecto do deserto do Sinai, em 1981, durante a ocupação de Israel (foto Gan-Shmuel archive).

 

Santa Catarina Sinai

 

O Mosteiro de Santa Catarina do Monte Sinai, fundado no século 6. Possui muitos tesouros de arte sacra e manuscritos antigos.

 

Dahab

 

Dahab, um dos destinos de veraneio no litoral do Golfo de Aqaba, Sinai.

 

Paisagem do Parque Nacional de Ras Mohammed, na ponta sul da Península do Sinai. É muito procurado para a prática de mergulho devido aos recifes de coral.

 

Mar Vermelho

 

 

Paisagem

 

Mapa Sinai

 

 

 

 

Canal Suez

 

Ras Mohammed

 

 

Península do Sinai

 

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Turismo no Egito e paisagens.

 

Imagens Egito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte (editada): USGS/Coastal and Marine Geology Program.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação